Qual o maior defeito do mundo?

O maior defeito do mundo:

A prepotência e orgulho negativo. Pensamentos, falas e ações relacionadas à esse contexto, são as piores coisas que existem nesse mundo. D’us nos livre! O orgulho e a raiva, estão ligadas diretamente à prepotência e orgulho. Somente uma pessoa orgulhosa, desenvolve o sentimento de raiva. Quando a arrogância e a prepotência são companheiras inseparáveis de um homem, elas não permitem que se note qualquer virtude que porventura ele possa vir a ter.

Um grande sábio do povo judeu, Maimônides, nos diz que, em relação à todas as qualidades e defeitos, entre todas as características humana, andar no caminho do meio, é o caminho considerado o de OURO. Como seria esse caminho? Eu quero seguir essa rota!  você?

Tenho uma coisa para te dizer…não fique triste por isso! Todos nós, estamos nesse mundo para nos consertamos, e nos refinarmos. Ou seja, claro que não somos perfeitos…existem os momentos em que nos irritamos, perdemos a paciência e não sabemos medir com a sabedoria plena, esse caminho do meio.

Assim como menciona o Rabino Eliahu Hasky, o verdadeiro e real motivo deste mundo é nos aperfeiçoarmos. A prática da verdade. Quanto mais colocamos a nossa mente interligada relacionada com isso, a NÃO prepotência, NÃO ao orgulho, NÃO à tristeza, de forma consequente, dessa forma conseguimos a nos trabalhar. A quem sabe chegar pouquinho próximo do maior ser humano que pisou na terra, Moshê Rabeinu (Moisés), no qual, é considerado e chamado o homem mais humilde. Era humilde a seus próprios olhos, e era o mais paciente dos homens.

A sua humildade não era devida à alguma fraqueza, defeito ou inferioridade da qual tivesse consciência. Moshê era completo em todas as áreas, combinando todas as qualidades desejadas pelas pessoas. Mais que qualquer um, Moshê compreendeu que “Seu, Ó D’us, é a grandeza, e a força, e a glória, e a vitória, e a majestade; pois tudo o que está no Céu e na terra é Seu; Seu é o governo, e Você é exaltado como cabeça acima de todas.” (Divrê Hayamim, 29:11)

A inigualável humildade de Moshê foi uma das virtudes que fizeram com que merecesse a experiência da Shechiná mais que qualquer outro homem, e ser escolhido como o transmissor da Torá Divina. Logo, sabemos aonde está o nível espiritual da pessoa, junto com ele está a humildade.

Que possamos aprender no Projeto Torah Com Você, a profunda percepção e compreensão de Hashem, pois, cada pessoa tem a capacidade em perceber, o quanto mais se realiza, mais completamente insignificante é, em comparação a todos os benefícios que recebemos somente Dele. Hashem nos presenteia e vê nossos dons ou talentos, não como uma fonte de orgulho, mas sim, como uma responsabilidade a ser utilizada ao Seu prazeroso Serviço. Que nossos decretos sejam doces como o mel para toda a eternidade!

Se você quer saber mais sobre o Projeto Torah Com Você, sobre o estudo de Torah de forma agradável, dinâmica, com muita doçura e de acordo com a visão do Judaísmo puro, ortodoxo e 100% de fonte Kosher, acesse o canal do Rabino Eliahu Hasky:


O canal que mais cresce no Brasil

Se você deseja se aprofundar ainda mais em judaísmo e Torah, acompanhe agora mesmo o meu canal com mais de 500 vídeos.

Conheça meu canal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça login na sua conta do Torah com você

Ao clicar em “Criar conta”, certifico que tenho 16 anos ou mais e aceito: Política de privacidade e receber novidades e promoções.