Lech Lecha: refletindo a Luz Divina

Nossos Chachamim [Sábios da Torah], que em paz estejam, observaram que Avraham foi a primeira pessoa na história da humanidade a se dirigir a H’shem como “Meu Mestre” [Bereshit 15: 8]. Mas o que torna este evento tão digno desta observação?

Refletindo o trabalho de nossos mestres:

Em primeiro passo precisamos entender a essência do relacionamento servo-mestre. Como sabemos o servo cumpre os desejos de seu mestre, completando o trabalho do seu mestre. O servo é uma extensão de seu mestre, seu shaliach ou agente. Quando o servo age, é como se o mestre tivesse agido naquele momento.

Antes de Avraham, as pessoas reconheciam a existência de um Ser infinito que criou o universo. Esta era a ideia que a humanidade tinha em mente. Mas eles não conseguiam entender como um Ser verdadeiramente perfeito se preocuparia com um mundo imperfeito e humilde como o nosso, ou seja, com um mundo tão inferior. Por que D’us que transcende além de todas as coisas, se envolveu nos mínimos detalhes do funcionamento do universo?

Eles falharam em reconhecer que um aspecto integral da criação – seu núcleo interno – é que o universo aspira a se aperfeiçoar. Essa aspiração subjacente à perfeição e a progressão moral gradual do mundo. Por plano e propósito; assim, a Providência Divina governa todos os caminhos morais do mundo, mesmo os menores e os menos significativos, por assim dizer.

O canal central para a busca da perfeição pelo universo são os esforços da humanidade para elevar suas ações, características e pensamentos. Temos livre arbítrio para escolher o bem ou o mal. E aquilo que nos leva a escolher o bem, e não o mal, é a vontade de D’us estampada na criação, resultando na aspiração interna à perfeição do universo. Isto é, o caminho da Torah sagrada.

Por isso Lech Lecha, saia de ti para ti mesmo. Ao declarar H’shem como seu Mestre, Avraham proclamou publicamente que H’shem, unicamente Ele, governa o mundo e deseja sua perfeição moral. H’shem deseja que sejamos Seus agentes para promover o progresso gradual do mundo. À medida que trabalhamos para o nosso próprio crescimento espiritual pessoal, promovemos o trabalho de nosso Mestre – a elevação espiritual de todo o universo.

Adaptado de Ein Eyah vol. I, p. 33

3 Comments

  1. Lazaro de Lira Galindo

    Linda demais essa mensagem Rabino Eliahu Rasky! Penso que somos todos pequenos tijolos utilizados e se deixando utilizar na construção de um mundo melhor do Eterno Mestre h’shem.
    Que h’shem abençoe grandemente a todos os judeus e não judeus com essas lindas palavras de esperança e transformação de um mundo melhor para a vinda de mashiach!

  2. Lazaro de Lira Galindo

    Linda demais essa mensagem!!! Registro todo meu agradecimento!!! Vai torah!!!

  3. Andreza Oliveira

    Texto incrível, que o H’shem possa continuar abençoando toda equipe. VAI TORAH!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça login na sua conta do Torah com você

Ao clicar em “Criar conta”, certifico que tenho 16 anos ou mais e aceito: Política de privacidade e receber novidades e promoções.